sexta-feira, 15 de julho de 2011

Sites fazem liquidação de móveis de apartamentos decorados


Fonte: Exame.com

Leilão pela internet é opção para pagar barato por móveis e eletrodomésticos de qualidade; cada item deve ser testado e checado antes de apresentar um lance

São Paulo – Comprar um novo imóvel é uma experiência sensorial, ainda mais quando se visita estandes de empreendimentos recém-lançados. Uma das estratégias das incorporadoras para estimular o imaginário de seus potenciais clientes é apresentar um imóvel lindo, decorado por algum arquiteto famoso, que transforme em realidade algo que só ficará pronto daqui a alguns anos. Só mesmo preços que não cabem no orçamento para fazer a maioria das pessoas resistirem ao charme de um apartamento desses.

Pois uma vez que o estande de vendas é colocado abaixo e a terraplanagem do terreno é iniciada, incorporadoras direcionam as peças usadas nos imóveis decorados para serviços de leilões online. Sites como Lance Total e Sold são alguns exemplos de empresas especializadas neste tipo de serviço.
Em suas páginas na internet, é ofertado absolutamente tudo o que foi usado na decoração ilustrativa do imóvel. É possível adquirir, com preços de saldão, desde os talheres em exposição na mesa de jantar até aparelhos eletroeletrônicos escolhidos para darem vida ao imóvel à venda.

O grande chamariz desse tipo de serviço é o valor pelo qual os itens são comercializados. Novos, o único uso a qual os bens foram submetidos é a exposição. Mas como são considerados itens usados, os valores cobrados nos sites de leilões acabam sendo muito mais baixos que os preços nas lojas. De acordo com Carla Umino, leiloeira oficial do Lance Total, empresa especializada em leilões corporativos e judiciais, mesmo “coisas novas, usadas apenas para mostruário” chegam a ser oferecidas com 90% de desconto.

O lance inicial para uma televisão de LCD de 42 polegadas que custa mais de 2.000 reais no varejo, por exemplo, fica na casa dos 450 no site. Um fogão de 5 bocas que não sai por menos de 1.500 reais é ofertado no leilão por um valor inicial de 400 reais.

O pagamento, porém, deve ser realizado à vista e o lance final provavelmente será maior que o inicial, uma vez que outros usuários participam do leilão. Além disso, o valor oferecido sofre acréscimo de duas taxas: uma referente à comissão do leiloeiro e que corresponde a 5% do valor arrematado, e outra, administrativa, de no mínimo 10 reais para cada produto adquirido. O consumidor deve atentar também para custos com frete e embalagem, pois estes também são de responsabilidade do arrematante.

E para começar a dar lances, basta que o interessado preencha cadastro, com dados como CPF e telefone para contato. Em até 48 horas, o usuário receberá a confirmação do registro e estará apto para escolher o leilão que pretende participar. Cada leilão, no entanto, tem seu próprio regulamento, que, segundo Carla, deve ser lido com atenção.

Tal regulamento conta com informações acerca dos lotes ofertados, período de funcionamento do leilão, que dura em média 17 dias, e, mais importante, o período de visitação ao local onde os itens se encontram e onde o consumidor tem a chance de verificar as condições de tudo o que será vendido.
Uma vez autorizado a participar do leilão escolhido, o usuário pode então começar a dar o lance de acordo com a quantia desejada e também segundo os lances que outros usuários registram no site. O histórico do leilão fica visível para todos os participantes e os mesmos tem acesso a todos os lances já ofertados, bem como seus respectivos responsáveis. Leva o item pra casa o usuário que der o maior lance para o item em questão.

E é aí que consumidores devem ter muita cautela. A recomendação é que não se compre nada sem antes visitar, pessoalmente, o estande no qual os itens estão instalados, para checar o estado e funcionamento dos itens, pois nenhum deles vem com garantia. Além disso, os produtos são leiloados em seu “estado de conservação”. Tapeçaria ou roupa de cama, por exemplo, podem vir com algum tipo de mancha de sujeira, e serão vendidos na situação na qual se encontram.

A mesma observação vale para produtos eletroeletrônicos. Portanto, para garantir uma boa compra, sem dores de cabeça, é necessário checar e testar não apenas o funcionamento do aparelho, mas também se todos os cabos e controles fazem parte do item à venda.

Deseja maiores informações sobre esta modalidade de compra? Entre em contato agora mesmo!

Abraço,

Olimpio Oliveira
(11) 9536-4198