quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Bula nos Imóveis


Fonte: Mercado Aberto

No primeiro ano da estréia da farmacêutica EMS nos negócios da área imobiliária, a sua incorporadora ACS vai fechar 2010 com oito empreendimentos e VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 330 milhões.

"Para o próximo ano, nós devemos ultrapassar as estimativas iniciais de R$ 400 milhões", diz Silvio Chaimovitz, presidente da empresa.

A incorporadora começou as operações em janeiro com um lançamento residencial em Campinas (SP) e agora chega à capital.

Serão três empreendimentos, dois residenciais (em Pinheiros e Chácara Klabin) e um comercial (no Jabaquara), com VGV estimado de R$ 83 milhões. O foco da companhia é atuar também na região do Grande ABC e na cidade de Santos.

"Essas regiões são importantes por estarem próximas ao porto. Com os negócios do pré-sal, vai ter muita empresa e moradores a procura de imóveis próximos às rodovias Anchieta e Imigrantes", diz Chaimovitz.