terça-feira, 30 de novembro de 2010

Largo 13 de Maio ganha primeiro Shopping Center


Fonte: Jornal da Tarde

O paulistano, que já podia escolher entre 76 shopping centers quando decidia ir às compras, vai ganhar mais uma opção de consumo esta semana. O Mais Shopping Largo 13, na zona sul, abre as portas nesta sexta-feira. O empreendimento promete se diferenciar dos demais ao eleger como público-alvo a nova classe C – um grupo ainda preterido por boa parte dos shopping centers.

De acordo com pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 79% dos frequentadores de shoppings no Brasil pertencem às classes A e B, embora a classe C detenha 46% da renda nacional e some 91 milhões de pessoas, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas. Para atender a esse público, a receita do shopping do Largo 13 foi misturar grandes lojas a pequenos varejistas. Assim, se tornou possível diversificar a oferta de produtos e serviços sem perder o foco na classe média.

A localização do empreendimento também é estratégica para atingir esse público. O centro de compras será interligado à estação Largo 13 da linha lilás do metrô, por onde passam cerca de 120 mil pessoas por dia. Ao lado, há ainda um terminal de ônibus, uma faculdade, uma unidade do Sesc e outra do Senai, além de um posto do Poupatempo que atende cerca de 12 mil pessoas por dia. No total, estima-se que mais de 1 milhão de pessoas circulem pela redondeza diariamente.

“Criamos um modelo de shopping que não existia em São Paulo”, afirma Marcos Romiti, responsável pelo empreendimento da Centros Comerciais, destacando o foco das lojas na classe C. O shopping conta com oito salas de cinema, além de marcas como Magazine Luiza, Lojas Americanas, Marisa, McDonald’s, Drogaria São Paulo e Hering.

O empreendimento do Largo 13 faz parte de um intenso processo de expansão do setor. Em todo Brasil, 30 shoppings devem ser abertos até o fim deste ano. Em 2011, serão ao menos mais 35 unidades, quatro delas na capital.

Cada shopping inaugurado cria, em média, entre 1.500 e 1.800 empregos. Ou seja, em 2010, ao menos 45 mil postos de trabalho foram abertos no setor. Só o Mais Shopping Largo 13, com suas 400 lojas, deve ser responsável pela criação de aproximadamente 4 mil vagas, com perfis tão distintos que vão desde funcionários da limpeza até gerentes e executivos que trabalham na administração do empreendimento.