terça-feira, 30 de novembro de 2010

Garagem é ponto de entrada de 80% das invasões a condomínios

Fonte: Folha de São Paulo
Por: Caroline Pellegrino

Entre as áreas de maior vulnerabilidade dos condomínios a invasões, a garagem é a preferida dos assaltantes.

Pesquisa da Haganá, empresa especializada em segurança de condomínios, em parceria com o Secovi-SP (sindicato do setor) analisou cem casos de invasão de 2004 a 2010 na região metropolitana de São Paulo e concluiu que 90% ocorreram por entradas e saídas de pedestres ou veículos -destes, 80% foram pela garagem.

Entre as principais estratégias utilizadas para burlar a segurança estão o uso de controles de portões automáticos, a clonagem da placa dos veículos e disfarces de prestadores de serviços.

Empresas especializadas, por sua vez, aprimoram os sistemas de proteção ao acesso dos carros. "Um dos mais seguros é instalar dois portões na entrada [sistema de gaiola]", avalia o vice-presidente de administração imobiliária e condomínios do Secovi-SP, Hubert Gebara.

"Enquanto um abre, o outro fecha, e o porteiro só abre o segundo depois da identificação", explica. "O uso de câmeras e de iluminação também é essencial."

Entre as novidades está um software que grava os dados de cada veículo do prédio.

O ex-secretário nacional de Segurança Pública, coronel José Vicente da Silva, defende a repressão para impedir a ocorrência de novos arrastões. "O bandido quer uma ação lucrativa e segura. Com repressão intensa, o número de casos tende a cair."